A FALTA QUE ELE FAZ

Ausência do questionado Borja faz o Palmeiras se esquecer de como se joga futebol

Certa vez, um treinador do Palmeiras nascido no Rio Grande do Sul e principal responsável pelo segundo rebaixamento que sofremos, disse mais uma de suas conhecidas e polêmicas frases: “No dia em que o Galeno for embora, a torcida palmeirense vai sentir saudades”.

A declaração, claro, foi amplamente ridicularizada pela mídia e pela torcida, já que o volante – embora o 12º a mais vezes ter vestido a nossa camisa em toda a história – era reconhecidamente um jogador de limitadas qualidades técnicas. Pois bem: logo após disputar seu 470º jogo pelo Verdão, em 14.04.2002, ele foi dispensado por Wanderley Luxemburgo e, pouco depois, viu-se que o bigodudo treinador tinha razão. Afinal, foi justamente por não contar com o cão-de-guarda à frente de sua defesa que o Palmeiras acabou caindo pela primeira vez. 

Lembrei-me deste fato ao assistir ao jogo desta noite e, mais ainda, ao assistir às três últimas partidas do nosso time. Tanto no empate com o América/MG quanto nas derrotas para o Sport do Recife/PE e Cruzeiro/MG, escancarou-se a falta que nos está fazendo um outro jogador muito questionado pela torcida. A ausência de Borja “quebrou” o esquema montado por Róger Machado, que sempre finaliza suas jogadas buscando um homem de referência.

Dracena: mal demais no Mineirão. E culpado pelo gol que sofremos.

O problema é que Willian Bigode, por mais que se esforce, não é centroavante – é segundo atacante; Papagaio, por mais que mostre vontade, não é ainda jogador para o time principal – o é apenas para o Sub-20; Deyverson, por mais que acredite, não é jogador – é um cara que corre atrás da bola. Ou seja: ainda que Borja, em vários jogos, realmente deixe a desejar, o fato é que ainda assim o Verdão, quando ele está em campo, apresenta um futebol melhor ou, se levarmos em conta o que não jogamos nesta noite, pelo menos apresenta um futebol.

E é aí que entra – ou deveria entrar – 0 trabalho de um treinador. Róger Machado precisa encontrar uma solução rápida, nem que seja nas categorias de base, para que seu time volte a jogar bola. Perder para o Cruzeiro/MG, no Mineirão, é um resultado normal. O que não é normal é perder, seja lá pra quem for, abdicando de jogar. Perdoe-me, amigo internauta, mas a verdade é que ficamos tão fechados até levarmos o gol que mais nos parecemos nesta noite com o time “deles”.

Claro que não vou, aqui, colocar exclusivamente sobre os ombros do técnico palmeirense a responsabilidade par mais esta derrota. Afinal, ele não tem culpa de Edu Dracena ter dado uma de Antônio Carlos e ter falhado de forma ridícula no gol dos mineiros. Aliás, a verdade é que se não fosse esta falha, certamente o resultado final teria sido um empate, já que o time de Mano Menezes também não é lá uma brastemp. Porém, é inegável que nosso time é previsível, que Lucas Lima está incomodado com a função tática que é obrigado a exercer (o que contribui com a sua já conhecida “baianidade” na hora de atuar), que Dudu se irrita mais a cada jogo, que o 4-3-3 não vem dando certo, e por aí vai. Ou seja: é preciso que algo seja feito. Se não pelo treinador do Palmeiras, então pela diretoria do Palmeiras.

E para meio entendedor, boa palavra basta.

JAÍLSON – 5,5
SATISFATÓRIO

MARCOS ROCHA – 4,5
RUIM

ANTÔNIO CARLOS – 5
  REGULAR

EDU DRACENA – 4
MUITO RUIM

VICTOR LUÍS – 5,5
  SATISFATÓRIO

THIAGO SANTOS – 5,5
SATISFATÓRIO

BRUNO HENRIQUE – 5
REGULAR

LUCAS LIMA – 4,5
RUIM

KENO – 4
MUITO RUIM

WILLIAN BIGODE – 4,5
RUIM

DUDU – 5
  REGULAR

RÓGER MACHADO – 5
REGULAR

HYORAN – 5,5
SATISFATÓRIO

DEYVERSON – 4,5
RUIM

MOISÉS – 4,5
RUIM

Créditos Fotos:

Capa (Manchete): Diogo Vara/Ag. RBS
Capa (Destaque): Blog 343
Interna: Flávio Hopp/Photo Premium

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

10 – DIVINO
9,5 – PERFEITO
09 – QUASE PERFEITO

8,5 – EXCELENTE
08 – EXCELENTE
7,5 – ÓTIMO
07 – ÓTIMO
6,5 – MUITO BOM
06 – BOM
5,5 – SATISFATÓRIO
05 – REGULAR
4,5 – RUIM
04 – MUITO RUIM
3,5 – PÉSSIMO
03 – PÉSSIMO
2,5 – VERGONHOSO
02 – VERGONHOSO
1,5 – MEDONHO
1,0 – MEDONHO
0,5 – ENOJANTE
00 – ENOJANTE

21 Responses to A FALTA QUE ELE FAZ

  1. Junior Colletti

    Bom dia!

    Não sei como funciona a gestão de vestiários e como é a reação dos jogadores e comissão técnica num eventual “brainstorm”, ou seja, sentarem todos e discutirem o que está ocorrendo pela involução do time, sistema tático, e técnica dos jogadores.

    Márcio tem batido demais na tecla de que jogador só corre quando interessa. Poxa, esses jogos seguidos – América/MG, Sport/RE e Cruzeiro/MG – em que o futebol foi pobre demais são importantes, cada qual em sua competição. Quanto ao Coelho, pode-se até compreender a falta de interessa. Já nos jogos do BR, isso é inadmissível. Todos concordamos que uma derrota para o Cruzeiro, em MG, é muito normal. O que não é normal é a forma como fomos derrotados. Em contrapartida, nenhum outro resultado que não a vitória contra o Sport, não pode ser aceitável. E, pior, também da forma como foi.

    Sou muito fã do Dudu e de seu futebol, e grato ao que a chegada dele ao Palmeiras representou. No entanto, hoje, pra mim, está na hora de ir para o banco; ter uma conversa com comissão técnica e Diretoria e abaixar a crista. De capitão, não tem mais nada.

    Lucas Lima também deve se posicionar: se está se sentindo desconfortável com a posição em que joga, deve falar. Se isso não ocorrer, pelo menos deve mostrar mais vontade e chamar mais o jogo.

    Roger Machado precisa de uma dose de humildade e ver que seu esquema de jogo está manjado e os jogadores sem confiança. Hyoran, por exemplo, é uma grata surpresa e está faz dias pedindo passagem. Pra mim no lugar do Dudu. E Moisés, óbvio, no Lucas Lima. Se tiver culhão, já faz isso para o clássico de amanhã.

    Simples assim!

    Abraços.

    • Márcio Trevisan

      Colletti: não me parece que culhões é algo que RM tenha sobrando.

      De qualquer forma, vamos ver.

      Abs.

  2. Acaba logo 2018 !
    Com esse elenco de 3ª categoria dentro das 4 linhas NÃO VAMOS GANHAR NADA !
    São jogadores ESPETACULARES na hora da contratação por preços absurdos (vide o Dayverson), e na hora de pegar os salários estratosféricos.
    Futebol R I D Í C U L O !

    • Márcio Trevisan

      Jair: o Deyverson foi obra e graça do Cuca.

      E é claro que ele levou uma bela comissão nessa história.

      Abs.

  3. Eu já havia falado anteriormente. Palmeiras não é lugar para técnico estagiário. Faça estágio no Sport e etc, depois vem para o Palmeiras. Agora a verdade é a seguinte, se o Roger Machado for mantido até o clássico ele vai estar na corda BAMBE. Hehehehehe.

  4. Olá Márcio e amigos,

    Tudo bem? Que joguinho ruim hein…fico imaginando o mimimi desse plantel: Tio, eu tenho tudo, bom salário, mordomia, boa estrutura, jogo num grande time…mas estou mal, não suporto pressão e cobrança…preciso de um psicólogo… etc e tal. Olha, não dá…se não quer cobrança vai jogar no Ibis!! O time de esttelas virou o time dos perebas. Será que o Zidane topa vir arrumar a casa?

  5. José Aparecido - Mogi das Cruzes

    Boa tarde a todos!
    Ontem ficou claro a falta de comando do RM e o ambiente conturbado.
    Ontem ele tirou o Dudu de birra.
    E também sua incompetência fica mais claro a cada jogo.
    Dá até sono as coletivas dele.
    Quanto ao jogo, logo no primeiro minuto o Dudu cruzou na área e que cabeçada foi aquela do Keno??. Não canso de falar, jogador de solteiro x casado. O cara inteiro não rende e ontem com virose e o RM deixa ele o jogo todo.
    Quanto a nossa zaga, parece que eles combinam quem vai entregar a paçoca.
    Um jogo de cada.
    E tem jogo que são os dois.
    E o Lucas Lesma???
    Era até previsível uma derrota no jogo de ontem, mas jogando desta maneira, as derrotas nos jogos seguintes serão mais que previsíveis.

    • Márcio Trevisan

      Vc falou bem, Zé: perder do Cruzeiro/MG no Mineirão é algo normal.

      O que me chamou a atenção foi a apatia da equipe.

      Abs.

  6. Roberto Alfano

    Boa tarde, muito bem lembrado caro Trevisan, mais está na hora de mudar, no Palmeiras não podemos ficar na posição que estamos na Tabela do Brasileirão.

    Temos que reagir logo!!!!

    Abraço.

    • Márcio Trevisan

      Pois é, Alfano.

      E o pior é que mais uma derrota nos colocará na parte de baixo da tabela.

      Por isso, temos d evencer o SPFC de qualquer jeito.

      Abs.

  7. Edu Dracena: o que foi aquilo ? Um zagueiro com tamanha experiência levantar o pé daquela forma como se fosse uma bailarina ? Que patético. Se ele não fez aquilo de sacanagem então tá na hora de se aposentar.

  8. Pode esquecer qualquer coisa esse ano com esse treinador. Fraco, fraco, mas fraco demais. A reação do Dudu após ser substituído escancara o quanto esse treinador não tem o menor comando do grupo, basta fazer a leitura labial do que o Dudu falou quando chegou no banco: – Não sabe escalar essa p… Podem procurar vídeo que mostra o Dudu de frente. Tem que contratar um técnico com bagagem e culhão urgente e pra mim só tem um nome: Valderlei Luxemburgo.

    • Aliás, esse jogadorzinho mequetrefe já deu o que tinha que dar. Não tem como um clube almejar coisa grande tendo como principal atacante um tampinha que não sabe dar um chute decente no gol.

      • Ed nossa torcida elege cada tipo de ídolo: Valdívia, Dudu, Felipe Mello, como você disse esses dias, nunca pensei que sentiria saudades do Galeano.

    • Ed pensa comigo, o Luxemburgo nunca conquistou uma libertadores e um mundial, o cara deve estar babando para provar que não está ultrapassado, imagina com esta parada para a copa ele indicando algumas contratações e fazendo um limpa no bom sentido e tendo uma Crefisa apoiando, acho que teríamos uma grande chance de conquistar o Bi da Libertadores e o Bi mundial.

    • Márcio Trevisan

      Ed: neste momento, WL me parece o mais indicado.

      O problema é que ele só poderia assumir o time após a Copa do Mundo, pois comentará o evento pela Fox Sports.

      Abs.

  9. Boa tarde Márcio e colegas!
    A verdade é que o Palmeiras é uma mina de ouro, dirigentes,jogadores ninguém ali está preocupado com o clube, com a história, com a torcida, só pensam no dinheiro e mais nada, se vencer, venceu, se perder, perdeu e por aí vai.
    Um time em que o preparador físico é corinthiano é lamentável.
    A entrevista coletiva do nosso treinador chega a dar sono, o cara não fala coisa com coisa,parece um bêbado rosnando.
    Ah quer saber, tomara que leve uma surra São Paulo, vou torcer contra até esse estagiário cair fora, ou o torcedor palmeirense é calmo demais ou burro para achar que algo vai melhor. Abs.

    • Concordo Maciel, as vezes tenho a impressão de que os jogadores tratam o Palmeiras como se fosse uma Portuguesa, guardadas as devidas proporções. Digo no sentido de que enxergam o clube apenas como uma vitrine. Vencer, ser campeão, isso não importa, para eles é apenas um clube onde podem mostrar futebol para serem vendidos e ganhar dinheiro.

    • Márcio Trevisan

      Maciel: qual dos preparadores físicos do Palmeiras é corintiano?

      Fiquei curioso…

      Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>