QUE DIA É HOJE: 01.02.2018?

1940

Há 78 anos nascia o ex-meia uruguaio Hector Silva, que defendeu o Verdão entre agosto de 1970 e dezembro de 1971.

O craque nos deixou de forma repentina, vítima de um fulminante ataque cardíaco, em 30/08/2015.

7 Responses to QUE DIA É HOJE: 01.02.2018?

  1. Roberto Alfano

    Mais uma vez venho parabeniza-lo caro Trevisan pela justa homenagem que seu site está fazendo aos Cem anos de Glória do nosso Palmeiras com todas as passagens de muitos jogadores que sempre honraram as respectivas camisas e excelentes jogadas que voce vem relatando.

    Com certeza irão ser muitas reportagens de muitos que por aqui passaram e fizeram Histórias ao glorioso Palmeiras.

    Abs.

    • Márcio Trevisan

      Oi, Alfano.

      Muito obrigado pelo seu constante apoio.

      Sempre achei dever de todo historiador compartilhar o que sabe com o público que o lê.

      Fico muito feliz que a seção “Que Dia é Hoje?” esteja agradando a todos.

      Abs.

  2. Olá Márcio.

    Certa vez o César Maluco disse numa entrevista que Hector Silva foi o maior meia armador que ele viu jogar. De minha parte, lembro-me que o uruguaio era um leão nos treinos mas deixava a desejar quando jogava no time principal, talvez por que tínhamos o Ademir e o Verdão era A ACADEMIA. Se fosse hoje seria um craque.

    Um abraço

    Roberval

    • Oi, Roberval.

      Infelizmente não vi Hector jogar. Mas concordo contigo: hoje ele seria o nosso 10 fácil, fácil.

      Abs.

      • Realmente o Hector Silva era um grande jogador, é que ele jogou na época da Academia, então … se fosse hoje, seria titular não só Palmeiras, mais de muitos times por ai.

    • Dinho Maniasi

      Carlos Hector Silva ganhou o Campeonato Paulista e o Brasileiro de 1972,
      jogou 80 partidas pelo Verdão, sendo 47 vitórias, 23 empates e 10 derrotas; marcou 16 gols, segundo o Almanaque do Palmeiras, de Celso Dario Unzelte e Mário Sérgio Venditti.

      • Dinho Maniasi

        Hector Silva chegou ao Palmeiras em 1970 e jogou até o final de 1972, sua saída deveu-se a chegada de Leivinha, que estava voando.

        Hector foi considerado o melhor jogador do Paulista de 1971.

        Craque!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>